tango na rua: entre o movimento e o momento

Curadoria de exposição de fotografias, na Galeria Olido (São Paulo), em agosto de 2018.

 

A criação do espaço de dança efêmero, constituído a partir de poucos e simples elementos, proposta pelo projeto “Tango na Rua”, instiga a reflexão acerca das múltiplas possibilidades de conformação do momento da dança, urbano e desterritorializado, que depende substancialmente da conexão dos corpos que se movimentam impulsionados pela atmosfera incongruente e dissonante criada entre o som da música e os ruídos da cidade. Onde se encontra o tango nesse contexto? A quem pertence? A tensão estabelecida entre a pretensa agressividade e impessoalidade da vida metropolitana e a delicadeza íntima que se desenvolve no movimento da dança instiga os transeuntes curiosos a pararem por um momento e se permitirem breves instantes de apreciação do tango – e talvez até de sua experimentação.

Fotógrafos: Helyana Manso, Elisangela Cardoso, Tiago Bellato, Nadia Monico.

Organização: Tango na Rua. Contato: <https://tangonarua.blogspot.com/>. 

Apoio: Prefeitura de São Paulo