escritório de arquitetura 

O nosso mais recente projeto concluído foi a sede do escritório! O projeto esteve atento às necessidades do cliente e à sua perspectiva de atuação integrando teoria, prática e ensino de arquitetura. Elementos como lousa magnética e estante de livros não podiam faltar, nesse contexto, de modo a permitir maior agilidade e versatilidade do espaço. Além de permitir anotações rápidas, a lousa magnética permite que a arquiteta exponha seus trabalhos e croquis de maneira ágil, e eventualmente até ministre aulas e cursos livres no espaço - com o auxílio de um projetor de imagens.

O espaço encontrado, antes da realização do projeto, possuía bela laje nervurada de concreto, que se constituiu como o ponto de partida do projeto. Optou-se por mantê-la aparente, assim como as instalações elétricas e tubulações de incêndio. A ausência de forro, além de baratear o projeto, contribuiu para deixar o ambiente mais amplo, como pé direito de 2,88m. O desenho do projeto de luminotécnica foi elaborado em função da laje existente, e contou com a especificação de dois tipos de luminária: luz direcional, de modo a valorizar determinados pontos focais do projeto, como a estante de livros, e pendente triplo, localizado sobre a mesa de reunião, instalado em alturas diferentes. 

O vermelho presente na tubulação de incêndio contribuiu para a configuração da paleta de cores, reiterada pelos objetos de decoração e mobiliário. Era importante manter a flexibilidade e amplitude do espaço. Por isso, optou-se por manter o piso de ardósia aparente, o que facilitará eventuais manutenções e alterações no layout, além de contribuir para reiterar o princípio de uso de materiais brutos e aparentes. As tomadas foram estrategicamente posicionadas, no piso, em todo o ambiente, permitindo o adequado funcionamento do escritório. 

A escolha do mobiliário foi muito importante para contribuir para a solução espacial. Foram escolhidas duas bancadas e uma mesa, de tamanhos e alturas padronizados, que permitem alterações no layout, podendo configurar o espaço de várias maneiras. Como em todo escritório de arquitetura, não podia faltar um "cantinho do café" - e aproveitou-se espaço lateral para a instalação de microondas, frigobar e cafeteira expressa. 

Os materiais utilizados no projeto: concreto, madeira e estrutura metálica, repetem-se nos objetos de decoração. Vale ressaltar que vários dos elementos utilizados para a decoração consistem em adaptações de materiais retirados diretamente de canteiros de obras. Parte de telha de fibrocimento foi convertida em fruteira; amostras de pastilhas cerâmicas viraram descanso para xícaras. Não falta espaço para a criatividade, que comporá permanentemente o espaço de trabalho, estimulando o desenvolvimento do próprio ofício.

  • Facebook
  • Instagram
  • Pinterest
Em função da pandemia de COVID-19, informamos que não atenderemos presencialmente até que haja condições seguras para isso. Mantemos nossas atividades online, com a criação do curso "A cor e o projeto de arquitetura".  
Prestamos nossa solidariedade a todas as vítimas do corona vírus.
VIDA EM PRIMEIRO LUGAR. 

© 2017-2020 por Bianca Lupo 

IMG_9971 flyer.jpg